O Sal e a Hipertensão Arterial 2


por Ana Benedito e Marta Matias

O sal tem funções importantes no nosso organismo, mas quando usado em demasia é prejudicial para a nossa saúde, sendo maiores as desvantagens do que as vantagens do seu uso.

O excesso de sódio provoca retenção de líquidos, aumentando o volume dos mesmos a circularem no nosso organismo e aumentando a pressão sanguínea, o que, acontecendo de forma contínua, pode culminar em hipertensão arterial (HTA), que é uma doença crónica e silenciosa.

O controlo frequente da pressão arterial, recorrendo à ajuda de um profissional de saúde especializado, é fundamental e é a melhor maneira de despistar e controlar a hipertensão arterial, que é cada vez mais frequente na nossa população. Quando não é controlada, a HTA aumenta a predisposição para a ocorrência de eventos fatais como o AVC (acidente vascular cerebral) e o EAM (enfarte agudo do miocárdio).

Para além da hipertensão arterial, o excesso de sódio está também associado ao desenvolvimento de outras doenças como cancro do estômago, asma e problemas renais. Mais recentemente, descobriu-se que também está relacionado com a perda de massa óssea e com o desenvolvimento e/ou agravamento de doenças autoimunes.

Apesar das desvantagens do uso do sal, este é necessário para a regulação da água, para a contração muscular, funcionamento cerebral e para o controlo do ritmo cardíaco, sendo assim necessário o equilíbrio entre o seu consumo e o seu desuso!

O corpo humano normalmente necessita de muito pouco sal – cerca de 2,5 a 5 g por dia – quantidade que está, de um modo geral, naturalmente presente nos alimentos que consumimos. Em Portugal, em média, cada pessoa ingere cerca 2 a 3 vezes mais sal do que devia, pelo que é urgente iniciar uma redução do consumo de sal, quer consumindo menos alimentos ricos em sal, como é o caso de enlatados e comidas pré-cozinhadas, entre outros, quer diminuindo ou substituindo a adição de sal aos alimentos.

Consumir alimentos sem sal pode parecer difícil a princípio, quando as células do paladar não estão ajustadas ao sabor menos intenso, mas a utilização de substitutos do sal facilita essa adaptação, que acaba por acontecer em algumas semanas. Algumas estratégias para substituir o sal incluem a adição de ervas aromáticas como o alecrim, cebolinho, coentros, gengibre, hortelã, manjericão, orégãos, salsa e tomilho, a utilização de alimentos que conferem um sabor mais intenso aos cozinhados como o alho, limão e cebola, e/ou a utilização de sal sem sódio.

Ainda que a alimentação seja a melhor e a principal maneira de regular a ingestão de sal, há que ter igualmente em atenção os suplementos e medicamentos não sujeitos a receita médica, que podem ter um teor elevado de sódio. Um exemplo destes medicamentos são as formulações efervescentes, cuja composição consiste, entre muitas outras substâncias, num ácido e em carbonato ou bicarbonato, na maior parte dos casos de sódio. Estas substâncias são capazes de reagir rapidamente na presença de água, libertando dióxido de carbono e produzindo efervescência. Assim, é muito importante estar atento ao teor de sódio dos medicamentos e suplementos que não são prescritos pelo médico, para que não se exceda a toma diária 200 mg por dia.

Lembre-se que é melhor prevenir que remediar: controle a sua pressão arterial com regularidade e adquira desde cedo uma dieta com um teor equilibrado de sal… e viva uma vida livre de “tensões”!

Sal e Hipertensão arterial

publicado em Gazeta das Caldas Fevereiro 2016


Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

2 thoughts on “O Sal e a Hipertensão Arterial

  • António Apolinário

    Boa tarde,

    Gostaria de saber se têm conhecimento de empresas que comercializem sal sem sódio.

    Obrigado.

    Com os melhores cumprimentos,

    António Apolinário

    • admin Post author

      Bom dia Sr António Apolinário, Existem algumas empresas que comercializam sal sem sódio. De momento, a que nós trabalhamos é a Angelini que comercializa o sal Bonsalt.
      Junto envio link para consulta http://www.bonsalt.pt/contactos.html.
      Atenciosamente,
      Ana Benedito
      Farmacêutica Adjunta – Farmácia Caldense
      Responsável do Departamento de Marketing Correia Rosa Lda